Saúde responde dúvidas sobre vacinação de crianças contra Covid-19

Com a colaboração da enfermeira Laura Lengruber e com base nos dados divulgados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Secretaria esclarece algumas dúvidas sobre a vacinação pediátrica

Compartilhe:
Ribeirão Claro

A Secretaria Municipal da Saúde de Ribeirão Claro já deu início na vacinação contra a Covid-19 no público de 5 a 11 anos de idade nos próximos dias. Contudo, algumas dúvidas surgiram entre pais e responsáveis. Com a colaboração da enfermeira Laura Lengruber e com base nos dados divulgados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Secretaria esclarece algumas dúvidas sobre a vacinação pediátrica.

Vale lembrar que mesmo após a vacina os cuidados para evitar a contaminação devem continuar: usar máscara, higienizar bem e constantemente as mãos e evitar aglomerações.

 

1. Quantas doses podem ser aplicadas?

A recomendação da vacinação pediátrica pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é de duas doses.

 

2. Qual o intervalo entre doses?

Duas vacinas foram liberadas para o público infantil, confira os intervalos:

Pfizer pediátrica: 8 semanas (56 dias) após a 1ª dose.

Coronavac: Quatro semanas (28 dias) após a 1ª dose.

 

3. A vacina é segura para crianças?

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as vacinas da Pfizer e da Coronavac contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos, quando administrada no esquema de duas doses, é segura e eficaz na prevenção da Covid-19 sintomática, de formas graves da doença e mortes.

 

4. A vacina para as crianças é a mesma que para adultos?

Não. A Pfizer pediátrica aprovada para crianças de 5 a 11 anos tem dosagem, composição e concentração de RNA mensageiro (principal componente do imunizante) diferente da usada em adultos.

 

5. A criança pode vacinar se estiver em contato com alguém da casa positivo para Covid-19?

Não. O protocolo correto é: se um da casa testar positivo para Covid-19, os demais habitantes da residência também devem se manter isolados por segurança.

 

6. Crianças que estiverem com sintomas de Covid-19 podem ser vacinadas? 

Não. Os pais ou responsáveis devem esperar o período de quatro semanas após o início dos sintomas. Esse é o prazo para receber a vacina contra Covid-19.

 

7. As crianças podem receber outras vacinas no mesmo dia que a da Covid-19?

Não. Para receber outra vacina, como a da influenza, por exemplo, é necessário esperar no mínimo 14 dias contando a partir da aplicação do imunizante antiCovid.

 

8. Quantas aplicações são feitas por dose da vacina?

O frasco da Pfizer pediátrica comporta dez doses, mais do que a versão para maiores de 12 anos, que comporta seis doses. Desta forma, a Secretaria de Saúde vai aplicar o imunizante conforme chamamento, evitando assim o desperdício de doses, caso haja faltantes.

 

9. O que a vacina pode causar nas crianças? Quais são as reações adversas? 

O cálculo de risco e benefício, neste caso, é muito favorável à vacina, pois os eventos adversos são geralmente leves.

Conforme a bula da Pfizer, os sintomas mais comuns são: Dor de cabeça, dor muscular, inchaço e vermelhidão no local da injeção, cansaço, calafrios, diarreia, vômito, dor nas articulações e febre.

Conforme a bula da Coronavac, os sintomas mais comuns são: dor ou vermelhidão no local da aplicação, febre, dor de cabeça, diarreia, náusea, vômito, dor muscular e fadiga.

 

10. Precisa de autorização dos responsáveis por escrito?

Não. As crianças devem estar acompanhadas de responsáveis, mães ou pais. Somente quando essa presença não for possível, será necessário um termo de consentimento.

 

Veja também

OBRAS

Prefeitura reforça estrutura de ponte no Patrimônio dos Abreus

O prefeito, João Carlos Bonato esteve na manhã desta quarta-feira (06) acompanhando os serviços de reforço na estrutura da ponte no Patrimônio dos Abreus (de acesso ao Ruvina) que vão garantir mais segurança aos usuários do trecho

OBRAS

Avenida Gustavo Baggio está interditada para obras

Conforme a Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo, o serviço é necessário para nivelar a via e garantir boa drenagem das águas em dias chuvosos

CIDADE

Bonato solicita mais unidades habitacionais para Ribeirão Claro

Conforme o chefe do Executivo, o objetivo é viabilizar o acesso à moradia adequada às famílias que ainda não foram atendidas pelo programa habitacional do Governo do Estado

URBANISMO

Prefeitura instala novas placas em pontos de ônibus

O objetivo é facilitar a identificação do local não só para os usuários do serviço, mas também delimitar a área que é proibida o estacionamento de veículos

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação e fornecer serviços personalizados aos usuários.
Ao continuar a navegar neste site, você concorda com a nossa Política de Privacidade e de Cookies.     OK